Minha Cidadania Italiana [Parte 3] – O Detetive da Família

Minha Árvore Genealógica já estava feita, agora eu precisava colocar a mão na massa de verdade e descobrir em qual Comune meu bisavô nasceu.

As informações que eu tinha do meu bisavô era que ele se chamava João Bandiera, nascido em 1903 em Treviso

Um amigo me explicou que Treviso é a capital de uma província e que muito provavelmente ele havia nascido em algum comune (distrito) da região e não na capital. O problema é que a província de Treviso possui 95 comunes, e eu precisava descobrir exatamente em qual deles meu bisnonno havia nascido. E agora?

Foram algumas noites e várias horas de pesquisa sem sucesso até que resolvi procurar somente pelo sobrenome em sites de árvores genealógicas.

Um desses sites era o Geneanet.com, a pesquisa havia retornado centenas de resultados mas um em comum me chamou a atenção, um registro do mesmo ano do nascimento do bisa, e Bingo! Comparando os dados tive a certeza que se tratava da mesma pessoa.

 

 

Demorei a acreditar, alguém havia feito o incrível trabalho de criar a árvore genealógica da minha família, detalhando locais e datas de nascimentos, casamentos e óbitos e outros acontecimentos importantes, o mais impressionante é que essa árvore continha dados dos familiares até o sec XV.

Foi aí que descobri que o nome do bisavô não era João e sim Giovanni, descobri depois que era comum “abrasileirar” os nomes quando os Italianos se registravam aqui no Brasil.

Fiz também uma busca no acervo digital do Museu da Imigração de São Paulo e encontrei a data do desembarque dos Bandieras no porto de Santos, realmente todos os dados batiam.

Missão dada é Missão cumprida!

O autor da árvore provavelmente era algum familiar distante, seria incrível conhecê-lo. Tentei contato pelo e-mail cadastrado no site e também tentei encontra-lo no facebook mas infelizmente sem sucesso.

Eai, você acha que eu tive muita sorte nesta etapa? Eu também. Mas lembre-se que as vezes para termos a tal “sorte” é preciso ser muito persistente, você pode conseguir na próxima tentativa, então não desista, tente outra vez.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: